Alugar casa em Portugal: problema, solução e oportunidade de investimento

0
372

Hoje em dia, alugar uma habitação em algumas cidades portuguesas pode ser uma dor de cabeça. No entanto, algumas soluções podem contornar esta realidade, basta saber transformar as dificuldades em oportunidades. O Vida Portugal mostra um jeito e o apresenta para quem quer investir na terrinha.

Problema

Alugar uma habitação em algumas cidades de Portugal, como Porto, Braga, Guimarães e Lisboa, tem sido uma tarefa bastante complicada atualmente, pois há uma falta notória de oferta de casas para arrendamento perante a forte procura existente.

Um dos fatores que contribui para esta escassez de oferta é o fato de os proprietários apostarem, agora, no aluguel temporário a turistas em alternativa ao aluguel tradicional familiar – a rentabilidade associada a esse primeiro tipo pode ser superior para o proprietário, dependendo da taxa de ocupação do imóvel.

A lei de oferta e procura explica, assim, o aumento que se verifica nos aluguéis médios em Portugal. Por exemplo, no primeiro trimestre deste ano, os aluguéis no Porto e em Lisboa subiram 20%, sendo que os donos esperam cada vez menos tempo para encontrar inquilinos para uma casa vaga.

Solução

Dentro de cada cidade existem várias zonas com realidades bem diferenciadas. Por exemplo e falando da cidade do Porto, o aluguel de um imóvel na Foz do Douro sai bem mais caro do que arrendar um imóvel na Senhora da Hora, que fica igualmente bem localizada, com vários transportes públicos e próxima do centro da cidade. Nada como dar uma vista de olhos em alguns sites como o OLX e Idealista para comparar preços e localizações.

Oportunidade de investimento

Face à enorme procura existente, resta aos investidores privados tomarem iniciativa para a construção de novos alojamentos e edíficios. Em Guimarães, a situação é de tal maneira preocupante que a Câmara está a estudar incentivos para que proprietários de “prédios subutilizados” adiram ao alojamento local para estudantes.

Aqui reside a oportunidade de investimento: os imóveis adquiridos ou em construção podem ser usados como fonte de renda ao serem alugados, por exemplo. A procura parece garantida! O investidor pode obter a permissão de residência do programa “Visto Gold” caso,

  • compre um ou mais imóveis no país, desde que a soma das propriedades seja de no mínimo €500.000;
  • compre imóveis com mais de 30 anos de construções ou localizados em áreas de reabilitação urbana que forem adquiridos por, pelo menos, €350.000 (um ou a soma de vários).

Para mais informações em como obter este visto, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here