Casa Museu Amália Rodrigues: um passeio pela vida da Rainha do Fado

0
495

Amália Rodrigues é um nome eternizado na cultura portuguesa. Conhecida como “Rainha do Fado”, a cantora e atriz propagou pelo mundo a cultura, a língua portuguesa e o fado – considerado o gênero musical mais típico de Portugal. Não é à toa que a fadista é aclamada como a voz de Portugal e uma das cantoras mais marcantes do século XX.

Amália estreou como cantora de fado quando ainda era adolescente e já aos 25 anos realizou sua primeira turnê internacional, no Rio de Janeiro, onde gravou seu primeiro álbum. Em 1947, lançou a carreira de atriz no filme Capas Negras, considerado um marco do cinema europeu e lusitano. Apesar da trajetória bem-sucedida no cinema, foi como cantora que Amália ganhou o mundo. De Lisboa a Nova Iorque, do Rio de Janeiro a Tóquio, do México a Paris, muitos países conheceram não apenas o fado, mas várias outras músicas da tradição popular portuguesa, além de canções de origem francesa, americana, espanhola e brasileira.

Outra novidade lançada pela fadista foi o uso de textos de poetas portugueses consagrados, com Luís de Camões e D. Dinis, como letras de suas músicas. Em 1990, a cantora recebeu a Grã-Cruz da Ordem de Santiago, a maior honra de Portugal, e até sua morte, em 6 de outubro de 1999, aos 79 anos, 170 álbuns já haviam sido editados com o nome de Amália em 30 países. Foram mais de 30 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. O falecimento de Amália provocou três dias de luto oficial em Portugal e uma suspensão temporária das campanhas nas eleições gerais do país.

Mas a história e o legado da cantora ainda fazem parte do imaginário português e estão abertos para visitação. A casa amarela número 193 na Rua de São Bento, em Lisboa, onde Amália Rodrigues viveu meio século, hoje abriga a Casa Museu Fundação Amália Rodrigues, um dos últimos pedidos da artista, registrado em seu testamento.

Quase tudo está como a dona da casa deixou, por isso, quem visita o espaço pode saber bem como Amália vivia e conhecer mais do seu dia a dia. As paredes contêm várias pinturas da cantora e boa parte da mobília é de séculos passados, como uma arca portuguesa do século 17 e um relógio de mesa francês estilo Império do século 18/19.

Preços e horários

As visitas são guiadas e duram em média de 20 minutos. O valor do ingresso é 6 euros, com preços especiais para grupos. A Casa Museu abre de segunda a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18 horas.

Morada

Rua de Sao Bento 193
Lisboa
Portugal
1250-219 Lisboa
Tel. 213 971 896

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here