Como levar seus pertences pessoais para Portugal

0
1771

Começar a vida em outro país não é fácil e é natural querermos na nossa nova casa alguns itens que nos relembrem o cantinho que deixamos no Brasil. O problema está em decidir o que vai e o que fica, especialmente com as novas regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que permitiram às companhias aéreas decidir sobre a quantidade e o peso das malas (antes da alteração das regras, era permitido o despache de duas malas de até 32 Kgs e a bagagem de mão podia variar entre 8 e 10 kgs. Hoje, as bagagens podem pesar até 23 kgs e a quantidade permitida varia de acordo com a companhia).

Mas quem não abre mão de levar os pertences pessoais ou alguma mobília para Portugal pode contar com duas opções: a aérea e a marítima.

Mudança aérea

Essa opção é recomendada para mudanças internacionais de pequeno porte,  de até 600 quilos. Acima disso, os altos custos de frete aéreo deixam de tornar esta opção viável e a mudança aérea passa a não ser recomendada. A mudança chega mais rápida do que por navio, por isso, esse caminho pode ser melhor para quem tem pressa.

Também é possível orçar, por exemplo, com, a FedEx, DHL e UPS para enviar encomendas, mas tem de saber o peso exato do objeto (incluindo a caixa, se ele for em uma), informar o conteúdo e as cidades de origem e destino.

Mudança Marítima

Várias empresas oferecem serviços de mudanças internacionais em navios. Nesse caso, a pessoa aluga um container ou um espaço em um. Geralmente é possível escolher containers de três tamanhos diferentes: 33m³, 68m³ e 76m³, de acordo com o que é mais adequado para o volume transportado.

A opção LCL (Less Container Load) reduz ainda mais o custo, já que divide um container com outras mudanças, pagando-se apenas pelo espaço realmente utilizado.

Essa opção é indicada para qualquer tamanho de mudança e possui o melhor custo benefício, mas o tempo de viagem pode chegar a 30 dias. EuroBrasil, One moving & Relocation, G-Inter Transportes, Personnalite Mudanças, Netmove são algumas das empresas que fazem esse serviço entre Brasil e Portugal.

Custos

Os gastos com a mudança internacional variam de acordo com a região do Brasil e o volume a ser transportado. Além disso, há as taxas portuárias e custos com documentação.

Vale a pena levar tudo do Brasil para Portugal?

Essa é uma decisão muito pessoal, mas é importante considerar que o custo de vida em Portugal é diferente do Brasil, por isso, vale a pena pesquisar online os preços. Talvez, o que você iria gastar levando o seu sofá para Portugal seja mais do que o valor de um novo e melhor lá.

Outro ponto importante a considerar é que alguns apartamentos em Portugal são alugados já com mobília e aí você precisa saber o que irá fazer com duas geladeiras ou duas TVs. Pode ser que o custo com a mudança acabe por ser desnecessário.

Uma dica é levar o que é realmente indispensável no seu dia a dia e seja difícil encontrar em Portugal (ou você não possa ficar sem até encontrar), como ferramentas, máquinas, aparelhos ou instrumentos necessários na sua profissão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here