Como é morar em Braga

0
2202

A cidade de Braga, no Norte de Portugal, é a mais antiga do país, fundada pelo imperador César Augusto em 16 a. C, mas ao olhar para ela você provavelmente vai achar que é a mais nova. Braga até ganhou o título de Capital Europeia da Juventude em 2012, e não foi à toa. A cidade exala jovialidade em suas ruas, boa parte por conta da Universidade do Minho, uma das mais cobiçadas instituições de ensino superior em Portugal (que, inclusive, aceita o Enem como forma de ingresso para alunos brasileiros. Fica a dica!).

A cidade é a terceira maior de Portugal e traz em sua arquitetura os traços marcantes da sua origem romana. Outro dado interessante é que Braga que possui o maior número de jardins, praças e igrejas por metro quadrado no país. Lá está a Sé de Braga, considerada um dos maiores templos da arte romântica no país e onde estão os túmulos de Henrique de Borgonha (Conde de Portugal) e sua esposa, Teresa Leão, pais de D. Afonso Henriques.

O custo de vida, os excelentes serviços de educação e saúde, a integração social, o acolhimento de estrangeiros e a infraestrutura colocam a cidade como uma das melhores em Portugal para se viver ou visitar, especialmente para quem quer sair do eixo Lisboa – Porto.

Trabalhar em Braga

A oferta de trabalho em Braga é menor se comparada a Lisboa ou Porto, mas a cidade abriga algumas empresas importantes que garantem um bom leque de vagas. As áreas de engenharia civil, tecnologia, indústria, turismo e têxtil oferecem boas oportunidades de emprego. As tradições religiosas também empregam muitas pessoas, já que a cidade é famosa pela produção de imagens e sinos.

Morar em Braga

O preço do aluguel em Braga também é mais baixo quando comparado às duas maiores cidades de Portugal.  O preço médio de um apartamento com dois quartos, chamado T2, por exemplo, é 350€. Quem está na cidade para estudar consegue alugar um quarto por 150€, isso geralmente com as despesas já incluídas. Por ter uma demanda maior de estudantes, é possível, ainda, alugar um apartamento e dividir as despesas com outros alunos, o que torna os custos ainda mais baixos.

Falando em estudar, os melhores bairros para quem quer morar próximo à Universidade do Minho são São Victor e Gualtar. Quem não abre mão do agito pode escolher entre São José de São Lázaro, São João do Souto, Maximinos ou Sé. Lamaçães já é um bairro mais tranquilo, porém os aluguéis lá costumam ser mais altos.

Custo de vida

O custo de vida em Braga também é mais baixo que em Lisboa ou no Porto. O que se assemelha um pouco às duas cidades é o quesito alimentação, já que os preços nas principais redes de supermercado costumam ser padrão.

Os gastos com luz, água, gás, TV a cabo e internet giram em torno de 160€ por mês para um casal.

Na saúde, os custos caem consideravelmente quando o PB4 é apresentado. Uma consulta de emergência tem o custo de 20€, já com o médico de família custa 5€.

Os bilhetes de ônibus custam 1,55€, mas se comprados com antecedência saem por 0,74€. Braga adotou no transporte público o sistema de “coroas”, ou seja, os ônibus que rodam dentro de um determinado perímetro têm um valor mais baixo. Cada coroa permite usar o sistema de transporte por uma hora, ou seja, pode viajar em qualquer outra linha da mesma coroa no prazo de 60 minutos. O tarifário da cidade está disponível na página dos Transportes Urbanos de Braga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here